PROGRAMAÇÃO

MARCOS SACRAMENTO - LANÇAMENTO DO ÁLBUM DRAGO - 09 DE MAI

09 de maio, às 21h 

A partir de R$ 30

Classificação: 12 anos

Marcos Sacramento lança álbum de inéditas no Theatro Net Rio. Cantor e compositor se apresenta dia 9 de maio às 21h.

Conhecido por sua extensa carreira passeando por sambas clássicos e de sua autoria, Sacramento está diferente e explora novos ritmos em seu 16º trabalho, que chega no fim do mês em CD e nas plataformas digitais. Assim como em álbuns anteriores, as faixas seguem o tom confessional habitual, com letras inspiradas nas experiências cotidianas do artista. Marcos Sacramento se apresenta dia 9 de maio, às 21h, no Theatro Net Rio, em Copacabana.

“Drago”, a primeira música de trabalho, feita com seu parceiro mais antigo, Paulo Baiano, que também dá nome à obra, revela o encontro de Sacramento com um bartender franco-marroquino que pegava sol nas areias do Mediterrâneo. Do encantamento avassalador surgiu a letra que diz: “Quando vi o sorriso do cara, deitado na areia pra mim, era quase uma ilha, era rara, a imagem de um Aladim”.

“É a história do amor que não ousa dizer o nome”, entrega Sacramento, que volta ao tema na canção “Bolero Impossível”.

As outras 10 faixas seguem retratando outros aspectos da vida do cantor e compositor, de 58 anos. No samba “Mãe”, com Luiz Flávio Alcofra, por exemplo, Sacramento valoriza a trajetória de Nilza, que acaba de completar 92 anos. É uma homenagem de filho. “Na beira do tanque, no calor da noite, quanto essa mulher sofreu, pedindo pros seus, estendendo a mão”, dizem os versos. “Mas saiba que não é toda mãe que é assim. foi o que ela me disse quando escutou a música”, lembra.

A relação do cantor com a natureza, bem jobiniana, também está presente nas composições e origina canções como “Temporal”, feita em parceria com Zé Paulo Becker, que bebe na fonte do baião, e nas baladas “Paris” com Marcelo Caldi, inspirada nas caminhadas que ele costuma fazer pelo bairro da Glória, já que mora em Santa Teresa, e ainda em “Daqui”, outra com Paulo Baiano. “Sou andarilho. Observo tudo, adoro ver a cidade, pensar na vida. Isso tudo me inspira”, conta.

No novo CD, que foi completamente financiado pela plataforma Catarse, plataforma de financiamento coletivo, Sacramento é acompanhado por alguns dos mais prestigiados instrumentistas da cena musical contemporânea: Luís Flávio Alcofra (violão), Pedro Aune (contrabaixo), Netinho Albuquerque (percussão), Glauber Seixas (guitarra), Jayme Vignoli (cavaquinho), Zé Paulo Becker (violão), Marcelo Caldi (acordeão), Itamar Arriere (piano) Rafael Mallmith (violão 7 cordas), Os Fufucos (arranjos) e Luis Barcelos (bandolim). Com a experiência de mais de 10 anos juntos nos estúdios e palcos mundo afora, o intérprete e sua banda exploram uma nova sonoridade para a boa e universal MPB.

A campanha de financiamento coletivo, teve mais de 300 apoiadores e cerca de 700 recompensas a distribuir, o que comprova o sucesso da campanha.

O projeto DIA DE MÚSICA é patrocinado pela Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura, pelas empresas REDE D’OR e ONS Operador Nacional de Sistema Elétrico por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Lei do ISS.