PROGRAMAÇÃO

JOYCE CÂNDIDO - 12 DEZ

12 de dez às 21h

Plateia e Frisas: R$80,00 | Balcão: 60,00

Classificação: 12 anos

No repertório do espetáculo, estão presentes canções dos álbuns "Panapaná", "O bom e velho samba novo", " O que sinto", " Imaginidade",  além do single"Fino trato", que dá nome ao seu mais recente show.

Alceu Maia e Rildo Hora, que já dirigiram shows da cantora, fazem participação especial ao lado de Carlinhos de Jesus, com quem Joyce dança em seu DVD. A cantora e violonista Badi Assad, referência musical da vanguarda paulistana, os cantores/compositores Toninho Geraes, Fabiano Salek e João Cavalcanti, fazem duetos com Joyce, que também toca piano no show. Convida amigos como Wilsinho Soler, cavaquinista de Londrina quem a levou para cantar pela primeira vez numa roda de samba; Guilherme Sá, cavaquinista carioca, com quem tem várias composições; e Léo Bento, seu parceiro no projeto de música para crianças. Compositores como Leandro Fregonesi, Roberto Pontes, Edu Krieger e Deivid Domênico têm músicas inéditas interpretadas por Joyce neste show.

Trajetória

 

Joyce Cândido vem ganhando prestígio no cenário das cantoras da nova geração.

Lança seu primeiro álbum, Panapaná em 2006, em Londrina PR. Em seguida, muda-se para os Estados Unidos. Vive três anos em Nova Iorque, estuda na Broadway Dance Center e canta no circuito de bares novaiorquinos. Ganha o prêmio Press Award 2010 como Melhor Cantora Brasileira nos EUA e retorna ao Brasil em 2011 quando lança, pela Biscoito Fino, "O bom e velho samba novo", produzido por Alceu Maia. O show de lançamento do CD tem direção de Bibi Ferreira. Em 2013, o álbum ganha versão DVD ao vivo, lançado pela Warner Music, com participações de João Bosco, Elza Soares, Toninho Geraes e Carlinhos de Jesus. Em 2015, lança o EP " O que sinto", também pela Warner. Em 2017, Joyce estreia o espetáculo "Imaginidade" e lança o CD homônimo, sendo este seu quinto álbum, produzido de forma independente ao lado do compositor Léo Bento. Além disso, estreia o show  "Fino trato",  no Circo Voador.

 

Joyce tem se apresentado em diversos lugares do mundo: Midem (Cannes), Womex (Budapeste e Santiago de Compostela); projeto Novas Vozes do Brasil (Espanha); shows pela Alemanha, Itália, Portugal, França, República Tcheca, Hungria, Holanda e Canadá. Em 2017, é convidada a ir ao Japão, pela primeira vez, onde recebe o prêmio como Embaixadora da Música Brasileira no Mundo, Focus Brasil - Press Award.

 

Aos 34 anos, a cantora celebra dez anos de carreira, contando à partir do lançamento de seu primeiro CD. Porém, a vida musical de Joyce começa muito cedo, na pequena cidade do interior de São Paulo, Maracaí, onde inicia seus estudos, tocando piano. Se forma no Conservatório Carlos Gomes de Marília, SP e faz Faculdade de Música em Londrina, PR. Passa três anos nos EUA e voltar de Nova Iorque, escolhe o Rio de Janeiro para viver, onde ganha o respaldo de artistas como Chico Buarque, quem a apresenta à Biscoito Fino; Beth Carvalho e Milton Nascimento, que prestigiam seus shows; Toquinho, que a convida para seu show de 50 anos de carreira; Jorge Aragão, que a convida para a gravação de seu Sambabook; Bibi Ferreira, sua diretora e amiga; Marília Pêra,

Zezé Motta, João Bosco, Elza Soares, Carlinhos de Jesus, Toninho Geraes que participam de seus shows, entre outros tantos artistas que Joyce vem conquistando amizade, respeito e admiração.